quarta-feira, 5 de março de 2008

Situação na América do Sul



Nada melhor do que ter uma boa ameaça de guerra para retornar aos posts no meu blog!

Antes, é preciso deixar claro q não sou a favor da guerra, simplesmente pela guerra! Acho realmente desnecessário o conflito, principalmente entre vizinhos e tanto mais qdo as vidas q irão correr risco são de rapazes e moças q são mero joguete da dita "realpolitik".

ENTRETANTO, tb não evito conflito qdo as razões estão claras e não há outro meio.


Pois bem, a situação no continente sul americano chegou a um ponto assim!

Na colômbia há as FARC, a ELN, q vem perdendo visibilidade e outras organizações semelhantes, diferentes em ideologia e objetivos mas iguais em método, clandestinidade e ligações com narcotráfico.

Oq há de errado?

A princípio, nada! É um assunto colombiano.

Mas, quando assuntos colombianos freqüentemente extravazam os limites de suas fronteiras, bem, quando isso ocorre, os invadidos também têm de se pronunciar! ( Equador já gritou um monte!!!)

Esse transbordamento de fronteiras vem ocorrendo não só física e factualmente como também ideológica e virtualmente!

Afrontas ao Estado, lá e cá não são problema algum! Convenhamos, o Estado é algo realmente capenga... Porém, os motivos pra essas afrontas não são simplesmente a inépcia do Estado e muito menos os q o afrontam seriam capazes de promover qualquer melhoria em seu lugar!

Os ditos revolucionários imaginam q são salvadores, mas, para salvar, lançam mão de sequüestros, guerrilha, intimidação, tráfico, de armas e drogas, enfim, terrorismo.


Imaginam-se assim pq resgatam, mantém e impôem uma ideologia falida que consegue ainda hoje, agregar maus-perdedores ao redor de todo o globo!

O problema do transbordamento disso é q noutras partes do mundo o assunto da Colômbia parece atrativo e capaz de contar pontos com sua resolução!

Nessa linha, Hugo Chávez buscou ganhar visibilidade e demonstrar penetração e habilidade política negociando a troca de reféns...

Até além mar o assunto rendeu e lá na França, o presidente Sarkozy lembrou q a senadora Betencourt tem qualquer coisa de cidadania francesa, imaginem!

Pois bem, a Colômbia tem todo o direito de pleitear e defender - como puder - sua soberania. Tem todo o direito - e os nacionalista diriam, o dever - de rechaçar qualquer tentativa de tutela de seus assuntos por quem quer q seja q não tenha autorização! Ainda mais qdo tais tentativas são ilusórias ou mesmo espúrias!

Eis o quadro: Descobre-se q o Chávez que antes fora ajudado (US$50,000,00!) pelas Farc qdo do "golpe"(?) do palácio de Miraflores agora financia a mesma com US$ 300.000,00 (dinheiro da PDVSA, do povo Venezuelano!); a colômbia, pra efetivamente fazer algo, em plena ação militar, em meio à floresta, tem de perseguir bandidos e, nessa ação invade o território de seu vizinho Equador!

Que fique claro aqui q o grande problema não é tanto a invasão do território como é o fato dea diplomacia agir muito mal em meio a essa crise! Militarmente falando o tempo corria e não era viável pedir autorização disso ou daquilo numa região de floresta em que até com GPS é difícil dizer com precisão onde é aqui, onde é ali... Contudo, seria de bom tom avisar o vizinho, pelos meios oficiais, oq ocorreu e pq, bem como qual foi o resultado.

Afinal, a perseguição e mesmo a execução de um dos mandantes de uma organização terrorista, em tese, deveria ser vantagem para ambos, já q são amobs Estados, pertencentes so mundo civilizados, entidades q partilham valores e costumes, tradições e blá blá blá! Fora isso, bem explicada, ação poderia ser perdoada!

Aliás, há dez anos o território brasileiro tb foi invadido por militares colômbianos - e há quem diga que, lá na floresta, isso ocorre com frequência, inclusive agora, enquanto vc lê este blog - pois bem, em novembro de 1998, tropas colômbianas invadiram o território brazuca e usaram uma pista da Força Aérea em Querari, no amazônas, para atacar guerrilheiros em Mitú, uma cidade Colômbiana. Estranha triangulação, não acham?

O ocorrido foi em pleno governo FHC... Bogotá jura q pediu autorização antes mas nosso governo teria negado... Oq resultou disso? Bem, todas as medidas q os Estados q não podem falar grosso costumam tomar: Convocaram reunião de emergência com ministros militares, convocaram o embaixador da Colômbia no Brasil pra dar explicações, chamou-se nosso embaizador em Bogotá para dar explicações tb, enfim, em bom francês, todo o misencene inútil e de praxe.

Mas ok! Nos brasileiros somos homens - e mulheres - cordiais! Nosso país, constitucionalmente não realizará guerras de conquista e é devotado à paz e por isso, esquecemos! A floresta é enorme mesmo!

O grande problema é quando o transbordamento desses assuntos todos nós dá conta de que os guerrilehiros das Farc recebem grana de Chávez e teriam conseguido adquirir 50 Kg de urânio!!!

Ora, há um tempo atrás Chávez aproximou-se de Mahmoud Ahmadinejad, prsidente do Irã, que segundo classificações gringas é do dito "eixo do mal". Bem, esse cara tá peitando boa parte dos Estados que fazem parte do concerto chamado CS/ONU e levando adiante seu progrma nuclear que ele garante ser pacífico!

Guerrilheiros com urânio, recebendo grana de um país rico em petróleo é barulho demais pra acontecer aqui na vizinhança de quem sonha com um assento nesse tal de CS/ONU! (talvez seja a hora de falar grosso, se puder...)


É preciso decidir se isso é perdoável ou passível de esquecimento... É preciso investigar se essas ligações e transbordamentos não são apenas a ponta de um enorme Iceberg tropical (imaginem se as Farc estão arrumando urânio pro Armadinejad???), o governo brasileiro precisa decidir se, na sua visão, as Farc são ou não uma organização terrorista e arcar com as consequências q suas posições possam trazer para os interesses nacionais permanentes, entre outras coisas!

Afinal, com isso tudo em curso, até Imanuel Kant deve estar atento, lá de seu túmulo, à possibilidade real de conlito armado - guerra - entre duas democracias!

É, a América do Sul, definitivamente está entrando no mapa! e com isso, talvez o Obama - pq a Hilary parece q vai vai mesmo - ou o McCain icluam a região em suas pautas de governo...

Oq vc´s acham?

2 comentários:

Cams_ disse...

Pô você esqueceu de falar que o nosso querido predidente já negociou com as FARC também (babaca)! Mas claro, todo mundo finge que nada aconteceu!
Devo admitir que cada dia me torno mais de direita, mas isso é outra história.
Well, no mas, quem sabe terça-feira a gente não se fala. =]
Beijos com saudade!

Antonio Mauricio disse...

Aí Macoo . . .

Tu já parou pra pensar que estas histórias de as FARC estarem adquirindo urânio e estar sendo patrocinada pela Venezuela podem ser tão verdadeiras quanto as acusações de que o Saddam estivesse fabricando armas de destruição em massa ?

Afinal, devemos ter em mente que todas estar informações foram divulgadas pela Colômbia, que recebe auxilio militar dos EUA.

Estimulando um pouco a paranóia, é possível duvidar do que a Colômbia disse a mídia, uma vez que por trás de tudo isto pode estar os EUA, querendo desestabilizar a região e, a pretexto de manter a paz, aumentar sua influência militar por aqui e conseguir instalar bases na Amazônia.

Pode parecer idéia de maluco né, mas é uma hipótese, já que sabemos que a verdade divulgada na mídia é facilmente manipulável, e os EUA já tem no seu currículo picaretagens semelhantes.

Por hoje é só . . .

É isso aí mlk . . .

Abração !!!